domingo, 23 de setembro de 2012

Análise: Bonanza Bros












Brincar de policia e ladrão nunca foi tão divertido!






Bonanza Bros é outra divertida conversão dos fliperamas para os consoles caseiros. A versão do arcade foi lançada em 1990, e em, 1991, o game ganhou versões para o Master System e Mega Drive. Bonanza Bros é divertido por combinar boas doses de ação com um pouco de estratégia, uma vez que o jogador precisa ter bastante cautela para completar os níveis do game. Este sem dúvida é um dos títulos mais criativos e divertidos do Master System.
História

No mundo do crime não há dupla de ladrões mais esperta do que os irmãos Robo e Mobo. Um dia, Robo e Mobo recebem uma ligação muito estranha, um homem os espera em um galpão para lhes fazer uma proposta.

Chegando ao galpão no horário combinado, os irmãos encontram apenas uma televisão com um vídeo e uma fita cassete. O homem do vídeo não se identifica, apenas diz que é dono de grandes propriedades na cidade e que não se sente completamente certo de que tem uma boa segurança. Então, o homem pede que os irmãos roubem as propriedades, a fim de testar a segurança das mesmas, e que ao fim do serviço, terá uma ótima recompensa para os irmãos.
Uma proposta estranha: Diz Mobo. Concordo, mas vamos lá e ver o que acontece: Completa Robo.

Bancando o ladrão

Seu objetivo em Bonanza Bros será roubar as propriedades do magnata. Em cada nível você tem uma quantidade de roubos para fazer. Os irmãos gatunos terão de agir em mansões, cassinos, lojas de departamento, museus e até mesmo em laboratórios. A cada dois níveis completados o jogador passará por um pequeno nível de bônus.

Para passar para o nível seguinte é necessário pegar todos os tesouros. Mas não pense que será simples! Haverá muitos guardas para tornar seu “trabalho” mais difícil. A maioria deles pode ser derrubado apenas com um simples tiro da arma dos irmãos Bonanza. Mas à medida que se avança no game, os guardas se tornam mais difíceis de serem abatidos e protegerão os tesouros a todo custo.
Interagindo com os cenários

Para fugir dos “homi” você terá de usar cada vantagem que os cenários podem oferecer. Em algumas fases é possível usar molas para saltar mais longe, ou então, se esconder atrás das paredes. Quando um guarda estiver próximo da porta, basta abri-la para derrubá-lo de surpresa e deixá-lo inconsciente por alguns segundos; esses preciosos segundos serão de grande ajuda para fugir.
Na fase da loja de departamentos os irmãos Bonanza podem se camuflar entre os manequins de chapéus para não serem vistos. Em outra fase, podem usar uma maquina de prensagem para esmagar os guardas que tentarem prendê-lo. É bem divertido ter várias possibilidades de tirar os guardas do seu caminho.
Gráficos

Estão simples, mas muito legais. Todos os cenários usam a mesma base gráfica, mas os detalhes trazem mudanças de acordo com o ambiente que você está. No cassino há várias mesas de jogos com roletas, cartas e até um enorme letreiro. Há detalhes também nas lojas de departamentos, bancos, laboratórios, museus e etc. Os cenários trazem um belo trabalho com um ótimo bom gosto.

Os personagens trazem desenhos bem cômicos, lembram bastante os clássicos playmobils. Fico imaginando se essa de fato foi à intenção da Sega ao desenvolver os personagens. Os guardas também ficaram com desenhos excelentes e vão agradar qualquer jogador que não seja do tipo muito exigente.
Efeitos e trilha sonora

Os efeitos sonoros são muito bons e conseguem se diferenciar dos demais games da época. O som das portas ao serem batidas, das armas disparando, dos apitos dos guardas, ficou tudo muito bom. O destaque dos sons vai para a gargalhada que os irmãos Bonanza dão sempre quando pegam um tesouro, na era dos 8 bits não era comum jogos com vozes. Sempre que apareciam tais efeitos eram de impressionar, principalmente quando eram usados de forma tão boa! As músicas também estão muito legais. Todos os temas de Bonanza Bros são do tipo divertido e cômico. As músicas dão o tempero certo à jogatina.
Controles e dificuldade

Estão muito bons. Os irmãos Bonanza podem pular e atirar nos guardas para deixá-los inconscientes por alguns segundos. Para se camuflar nas paredes basta direcionar Mobo ou Robo contra a mesma. Para abrir portas e pressionar botões aperte o botão de atirar. Tudo muito simples e funcional.

A dificuldade é do tipo crescente. Nas duas primeiras fases você deve coletar apenas dois tesouros. Mas a cada duas fases a quantidade de tesouros a coletar vai ficando maior. As fases também ficam maiores e com mais segurança. Os guardas, que de inicio só apitam, passam a se defender com escudos, armas e até mesmo jogam bombas. Também vão surgir cachorros e outros tipos de segurança, que farão com que fique mais difícil realizar os roubos.
Conclusão

Bonanza Bros é mais um daqueles games bobos que tem o poder de viciar qualquer jogador. Na época que tinha meu velho Master System eu jogava Bonanza Bros todo o santo dia, de vez em quando ainda me divirto com ele, graças aos emuladores, Deus abençoe quem inventou o emulador!
Seu enredo criativo e jogabilidade simples conquistaram muitos jogadores do velho Master System. São jogos assim que me fazem sentir saudades da época em que à importância nos games era enredos criativos e diversão, e não gráficos de ultima geração. Jogos assim não teremos nunca mais!





Nota Final




 Análise escrita por: Lipe Vasconcelos.









Um comentário:

  1. Muito nostalgico bonanza bros eles alem de ser um grande jogo na era dos cartuchos o que importava nele era sempre a diversao o que todos os jogos deviam aprender é que para conquistar fas nao é necessario exibir graficos exuberantes de assutar pela realidade e sim ser criativo exemplo top gear snes, the goonies 2 nes, jet set radio dreamcast, sonic megadrive, red dead revolver ps2 o que enchia os olhos dos fas era a simplicidade e diversao realidade grafica demais acaba sendo muito chato para os gamers

    ResponderExcluir