terça-feira, 1 de outubro de 2013

Fanboys: O Vírus da comunidade gamer.



Fanboys... Ainda bem que não se manifestam aqui na Save Point BR.




Desde que o capitalismo existe no mundo a competição no mercado é mais do que normal. Hoje temos diferentes marcas de bebidas, comidas, roupas, restaurantes e até músicas que brigam pelo gosto pessoal de todos nós. Essa corrida pela preferência se estende ao cinema e até mesmo aos vídeo games. Mas isso não é incomum e nem mesmo errado, afinal, sempre haverá um grupo de prefere Skoll a Kaiser, ou que prefira dirigir um Ford a um Toyota. Há gosto para tudo e todos.

Nos vídeo games as coisas são quase iguais. O grande mercado de consoles possui três grandes empresas disputando pela audiência gamer: Nintendo, Sony e Microsoft, isso sem contar o computador, representado por diversas empresas, entre elas Nvidia e AMD Radeon. O vídeo game também faz parte do mercado capitalista, então é simplesmente normal e aceitável ver os CEO´s de Sony e Microsoft trocando farpas na mídia e contando vantagem. Eles precisam e devem vender seu peixe. O problema é que essa briga se estende ao publico, que parece tomar as dores do console que possui e acha bonito entrar em redes sociais e brigar pra decidir quem tem o melhor e mais potente vídeo game do mundo. Mas será que essa galera tem ideia do quanto esse negócio irrita e polui a internet?

Senhoras e senhores: Com vocês... O fanboy!



Fanboy: Se essa palavra constasse no Aurélio, ela diria que fanboy vem do português com inglês, FAN (de fanático) e BOY, de garoto (alguns acreditam também que pode significar boiola, mas isso não vem ao caso), que seria o nome dado aos garotinhos, gordos granudos, virgens ou fãs de Justin Bieber que puxam saco de um determinado console, simplesmente por que tem um Playstation 3 ou Xbox 360 e acham que é o melhor vídeo game do mundo. O fanboy consegue ser ainda mais chato que o troll de youtube, que sente prazer em dar deslike e todos os vídeos que assiste.

O que acontece é que sempre existiu a preferência um determinado console. Lembro bem da era do Mega Drive e Super Nintendo. Mas geralmente era o inverso. Quem tinha Mega Drive tinha vontade de ter um SNES também, por que queria muito jogar games como Mario, Zelda e Mega Man X. Assim como os donos de Super Nintendo babavam com Sonic, Phantasy Star e outros exclusivos que a Sega possuía. Mas em geral, ambos públicos sabiam viver em harmonia e respeito e gostavam de jogar de tudo.

Então... De onde nasceu o fanboy?

É meio difícil definir a exata época da história da humanidade em que surgia tal praga. Mesmo que existisse algum fanboy na década de 90, não existia a internet para xingar a tudo e todos... Graças a Deus. Mas isso mudou na geração 2000, quando a internet a cabo começou a se popularizar, e logo surgiram os serviços de fórum, chat, e mais tarde, Orkut, locais onde os gamers trocavam idéias, dicas, falavam de curiosidades sobre seus games favoritos e se divertiam bastante.


Mas como tudo na vida tem seu lado ruim, essa evolução trouxe também aquela galera que comprava um Playstation 2 e se achava a tal, e começava a dizer que o Xbox e o Game Cube eram lixo. Ai os donos de tais consoles se doíam e começavam a falar que Playstation 2 era ruim e só fazia sucesso por que rodava jogo pirata (A pirataria foi um fator que contribuiu pro sucesso do ps2, verdade seja dita), e criavam tópicos em fórum exclusivamente para brigar por isso. Bom, pelo menos eles criavam tópico pra isso, hoje dia a briga acontece até em tópicos que nada tem haver com disputas de consoles. O ato de “fanboyar” cresceu assustadoramente na geração atual, juntamente com o surgimento das redes on lines PSN e Xbox live. 



Além dos vídeo games, os computadores também tem seus fanboys, que são ainda mais irritantes. O fanboy pcista tem a mania de se vangloriar de seu Icore7 com 12gb de memória RAM e a sua GT Force, dizendo que o PC dele pode até emular o Playstation 3. Mas acaba chorando de se acabar, por que ainda existe uma grande falta de confiança nas empresas em lançar jogos pra PC, uma vez que está é, de longe, a plataforma mais fácil de piratear um jogo.



E por que eles acham tão legal ser fanboy?

Essa pergunta ninguém sabe responder, acredito que nem um fanboy saiba. O fato é que um fanboy só existe pra criar o caos e a confusão onde quer que ele passe. Um caso muito comum de fanboys acontece em um dos mais famosos sites de games do Brasil (por motivos óbvios, não citarei o nome aqui. Mas vocês já devem saber qual site é), que trabalha com fãs como editores das noticias lá postadas. Também é muito fácil fazer um cadastro para comentar as postagens do site. Basta sair uma noticia qualquer sobre o Playstation 4 que ai uma cambada de fãs do Xbox vai falar mal do vídeo game e falar que o Xbox One vai ser tudo em gráficos e blá blá blá! Ou então, sempre tem alguém querendo trollar a Nintendo, dizendo que seus jogos são infantis e seus gráficos são podres. Ai quando vem os jogadores de PC, os jogadores de console se unem para falar que computador potente não tem exclusivos... E assim continua!




Entre tantas opiniões infantis, os melhores e maiores sites de vídeo game do Brasil estão ficando chatos, simplesmente por que os fanboys acham graça discutir sobre qual o melhor vídeo game existente. Os bons canais gamers no youtube também estão ficando iguais. Parece que a falta de argumentos ou de uma minima inteligencia é o suficiente para que uma série de brigas bobas se alastrem. E sempre tem as mesmas piadinhas "Pcista joga no youtube; Nintendo é pra criança; Xbox usa midia de DVD; PS3 não tem grama..." enfim, se esses caras pensam que isso é engraçado, fiquem sabendo que isso é chato pra cacete!

No final. Quem ta certo?

Ninguém, logicamente. Essas brigas entre fanboys só servem para que cada um exponha seu gosto pessoal de maneira infantil e mal educada, sem chegar a lugar algum. A verdade é que todos os consoles possuem excelentes jogos, independente do gênero, jogabilidade ou gráficos. É um mercado grande e todos estão lucrando. Por que ofender o Playstation 3 devido aos seus problemas técnicos? Custa respeitar o público que curte o ps3! E por que pegar tanto no pé da Nintendo com seus jogos infantis? Crianças também jogam vídeo game, coisa que a Microsoft e a Sony vêm esquecendo a cada ano que se passa.



De qualquer forma, essas briguinhas em blogs e comentários de site só vêm poluindo o espaço daqueles que querem falar de games e compartilhar dicas e conhecimentos. Se um fanboy soubesse como sua pratica irrita, certamente já teria parado com isso. Eu não consigo conceber a ideia de alguém que queira irritar pelo simples prazer de fazê-lo. Diga não a fanboy. Evite a fanboyolagem!


Escrito por: Lipe Vasconcelos.







4 comentários:

  1. Ótimo post!Realmente é triste essas guerras. :/
    Antigamente as rivalidades só serviam para as empresas melhorarem e inovar mais os seus consoles, mas hoje acho que só a Nintendo faz isso(no requisito de inovação).

    ResponderExcluir
  2. Excelente post! Concordo com tudo o que você disse. A pior parte das disputas de fanboys são quando falam: "O gráfico...". Não suporto isso, só servem pra poluir tudo mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, cagou na cabeça dos fanboys kkkkk... O importante não é console que tem sim a diversão que proporciona!

    ResponderExcluir